Crie a Internet das Suas Coisas !


Para onde o seu negócio está indo? Como você pode prosperar? Como vai aproveitar os recursos de que já dispõe e incorporar os avanços tecnológicos – atuais e futuros - para garantir que o seu negócio esteja preparado a longo prazo? Como pode ajudar seus funcionários a serem mais eficientes? Como reduzir custos e, ao mesmo tempo, melhorar o atendimento? As respostas para essas perguntas tiram seu sono mas estão mais do que respondidas : use seus dados ! Você pode precisar de ideias, inspiração e parceiros de tecnologia para ajudá-lo a deixar de simplesmente de gerenciar seu negócio e começar a fazê-lo prosperar.

Embora possa ser muito interessante ler a respeito de tendências tecnológicas, pode também ser um grande desafio avaliá-las de uma perspectiva de negócios, e mais desafiador ainda gerar valor de negócio a partir delas. A Internet das Coisas, também conhecida como IoT, é uma dessas tendências. A Internet das Coisas oferece muitas oportunidades, mas também pode representar um desafio para as empresas, uma vez que parece ser extremamente cara e complicada.

Na Microsoft, sabemos que existem muitas mensagens conflitantes no mercado sobre o enorme potencial e escala da Internet das Coisas, então não chega a ser surpreendente que muitas empresas não saibam como implementar uma estratégia de IoT. Neste texto, a Microsoft mostra como enxergar além da novidade e criar uma estratégia para aproveitar o potencial da Internet das Suas Coisas para alcançar resultados reais e transformadores na sua organização. É mais fácil do que você imagina.

O termo "Internet das Coisas" não é novo. Na verdade, ele foi cunhado há quase 20 anos por professores do MIT para descrever um mundo onde "coisas" – dispositivos ou sensores – são inteligentes e conectados, com capacidade de coletar e compartilhar dados. Os dados provenientes desses dispositivos e/ou sensores são intermináveis, e quando combinados e analisados com outros tipos de dados, eles podem revelar insights que estavam fora do alcance no passado. A Internet das Coisas representa as relações entre essas coisas e os dados de valor inestimável criados por elas. Imagine se o seu negócio pudesse entender e utilizar os dados coletados pelas coisas mais importantes para os seus processos, e se a compreensão desses dados ajudasse o seu negócio a prosperar.

Embora especialistas em tecnologia tenham antecipado há décadas a evolução de dispositivos com chips embutidos, a proliferação de dispositivos e a ascensão de cenários de comunicação máquina-máquina, a Internet das Coisas se encontra hoje em um ponto de inflexão. Múltiplos fatores estão convergindo para favorecer a adoção em todo o mundo. Considere o seguinte:

Os custos estão caindo. Os custos dos componentes, como chips, serviços em nuvem, dispositivos GPS, acelerômetros, conectividade e outras tecnologias da Internet das Coisas caíram e estão agora ao alcance da maioria das organizações. Além disso, o poder de processamento está se tornando mais financeiramente acessível e os serviços de computação de nuvem estão cada vez mais disponíveis, ampliando a capacidade de análise de enormes conjuntos de dados.

A demanda por dispositivos conectados está acelerando. À medida que um número cada vez maior de empresas e consumidores percebe o valor das coisas conectadas, o mercado cresce em bilhões de dólares e além.

As opções de dispositivo estão aumentando. Tudo – de lâmpadas e máquinas de lavar a terminais de ponto de venda – está se tornando conectado, e essa conectividade também está se aprimorando, seja ela com fio, sem fio, via Bluetooth, celular, ou qualquer outra coisa. E os componentes estão se tornando muito mais poderosos — minúsculos microchips agora são capazes não só de conectividade, mas também de execução de softwares mais avançados do que nunca.

Mais máquinas estão se comunicando entre si. Soluções Máquina- Máquina (M2M) estão se tornando mais comuns. A Vodafone prevê que 50% das empresas terão adotado tecnologias de comunicação M2M até 2020.

Hoje, o software de negócios é sofisticado e dinâmico o bastante para colocar capacidades de alto nível de análise de dados nas mãos de empresas no mundo inteiro.

Os benefícios econômicos são enormes. A Internet das Coisas tem o potencial para criar impacto econômico de US$2,7 trilhões a US$6,2.

Esta semana a Microsoft fez um anúncio importante a respeito de sua plataforma para IoT. Confiram os detalhes aqui: http://blogs.microsoft.com/iot/2015/03/16/microsoft-announces-azure-iot-suite/

E já existem empresas tirando proveito dos benefícios da Internet de suas Coisas, vejam que interessante o caso dos metrôs de Londres: http://www.microsoft.com/enterprise/pt-br/it-trends/cloud-computing/articles/london-underground-tube-predictive-analytics-monitoring.aspx#fbid=G_Hpww23NO8


Comments (0)

Skip to main content