Como a Microsoft Leva o ITIL V3 do Conceito à Prática – Parte 12


Aceleradores de Solução


Os Aceleradores de Solução integram as tecnologias do System Center com as instruções integradas do MSF e do MOF para fornecer soluções aos problemas complexos do serviço de TI. Os Aceleradores de Solução abrangem diversas áreas da infra-estrutura de TI, incluindo:


image



  • Gerenciamento de Estação de Trabalho, Dispositivo e Servidor

  • Avaliações Automatizadas

  • Comunicação e Colaboração

  • Processo de Segurança e Conformidade

  • Gerenciamento de Conteúdo

  • Proteção e Recuperação dos Dados

  • Gerenciamento de Identidade e Acesso

  • Processo e Estruturas de TI

Por exemplo, o Acelerador de Solução para Business Desktop Deployment (BDD) é uma instrução de melhor prática para a implantação da estação de trabalho, direcionada à redução do tempo de implantação, trabalho e custo, aumentando o nível de automação. Ele permite implantar estações de trabalho com pouca ou nenhuma interação nos computadores de destino. Essa solução ajuda as organizações a migrar para um ambiente gerenciado, com imagens padronizadas da estação de trabalho, reduzindo assim a complexidade do sistema e aumentando a capacidade geral de gerenciamento. O BDD usa as tecnologias do System Center para automatizar o processo de distribuição de software e trabalha com a base da infra-estrutura do Windows para tornar isso possível. O estudo de caso que segue demonstra como uma empresa usou o Acelerador de Solução da Microsoft.



Estudo de caso: Sony Ericsson Mobile Communications



A Sony Ericsson Mobile Communications, provedora global de dispositivos móveis e multimídia, queria aprimorar a segurança da TI e simplificar a implantação e o gerenciamento de um ambiente padronizado de computadores. Para manter sua origem inovadora, a empresa queria ser proativa na avaliação das mais recentes tecnologias. Ao participar de um Programa de Adoção da Tecnologia Microsoft (TAP), a Sony Ericsson atualizou um grupo piloto de computadores para o sistema operacional do Windows Vista® Enterprise. Assim que o sistema foi implantado na empresa, a Sony Ericsson antecipou que poderia reduzir em 50% o tempo gasto para refazer a configuração das estações de trabalho nos computadores dos funcionários. Ela espera ainda proteger os dados confidenciais da empresa, ter menores custos de TI associados à recuperação de danos e permitir que a empresa opere com menos pessoas da TI dedicadas apenas às tarefas de suporte.



Para mais informações, confira o estudo de caso completo em Sony Ericsson Aprimora Segurança e Reduz Custos de Suporte com Novo Sistema Operacional.


Um abraço,


Rodrigo Dias

Skip to main content