Comparativo entre versões do Windows Deployment Services (WDS)


Na tabela a seguir está um simples comparativo de funcionalidades entre as versões atuais do Windows Deployment Services (WDS).


















































Funcionalidade


Windows Server 2003


Windows Server 2008


Windows Server 2008 R2


Versões de sistema operacional


Modo legado: Windows 2000, Windows XP, Windows Server 2003


Modo misto: Windows 2000, Windows XP, Windows Server 2003, Windows Vista, Windows Server 2008


Modo nativo: Windows 2000 Professional, Windows XP, Windows Server 2003, Windows Vista, Windows Server 2008, Windows 7, Windows Server 2008 R2


Windows 2000


Windows XP


Windows Server 2003


Windows Vista


Windows Server 2008


Windows 7


Windows Server 2008 R2


Windows XP


Windows Server 2003


Windows Vista with SP1


Windows Server 2008


Windows 7


Windows Server 2008 R2


Tipos de imagem


Modo legado: RISETUP eRIPREP


 


Modo misto: RISETUP, RIPREP e .wim


 


Modo nativo: .wim


Para uma nova instalação, somente imagens.wim são suportadas.


Caso seja feito o upgrade do Windows Server 2003, é possível converter imagens RIPREPP para o formato .wim após o upgrade. Porém, imagens RISETUP não são suportadas.


– .wim


– Imagens .vhd de Windows Server 2008 R2 são suportadas como parte de uma instalação automatizada – unattended (somente por linha de comando).


Ambiente de boot


Modo legado: OSChooser


Modo misto: OSChooser e Windows Preinstallation Environment (Windows PE)


Modo nativo: Windows PE


Windows PE


Windows PE


Administração


Modo legado: ferramentas do Remote Installaton Services (RIS)


Modo misto: Ferramentas do RIS para gerenciar imagens RISETUP e RIPREP. A console Microsoft Management Console (MMC) e o utilitário por linha de comando WDSUTIL para gerenciar imagens .wim.


Modo nativo: console MMC e WDSUTIL


Console MMC e WDSUTIL


Console MMC e WDSUTIL


Multicast


Não suportado.


Suportado para imagens de instalação. (O arquivo Boot.wim deve ser proveniente da mídia de instalação do Windows Server 2008, Windows Vista with SP1, Windows Server 2008, Windows 7, ou Windows Server 2008 R2.)


– Suportado para imagens de instalação. (O arquivo Boot.wim deve ser proveniente da mídia de instalação do Windows Server 2008, Windows Vista with SP1, Windows 7, ou Windows Server 2008 R2.)


 


– Suportado para imagens de boot para computadores com EFI (somente por linha de comando).


Permite desconectar clientes com lentidão automaticamente, e dividir as transmissões em múltiplos streams baseados nas velocidades dos clientes (a imagem de boot deve ser do Windows 7 ou Windows Server 2008 R2).


Provê suporte para multicast em ambientes que usam IPv6 (a imagem de boot deve ser do Windows Vista with SP1, Windows Server 2008, Windows 7, ou Windows Server 2008 R2).


Provisionamento de drivers


Não suportado.


Não suportado.


Permite instalar pacotes de drivers em estações com base em seu hardware, como parte de uma instalação (a imagem de instalação deve ser do Windows Vista with SP1, Windows Server 2008, Windows 7 ou Windows Server 2008).


Permite adicionar pacotes de driver packages em imagens de boot (somente imagens Windows Server 2008 R2 e Windows 7).


Extensibilidade


Não suportado.


Suporta transmissão de dados e imagens usando multicast em um servidor stand-alone (Transport Server). Porém, é preciso criar um método para fazer o boot de clientes.


Suporta transmissão de dados e imagens usando multicast em um servidor stand-alone (Transport Server).


Inclui um PXE provider* para fazer o boot de clientes.


 


* provê serviços para fazer o boot de clientes pela rede. Mais informações em: WDS PXE Provider.


Extensible Firmware Interface (EFI)


Suporta boot pela rede para computadores Itanium com EFI.


Suporta boot pela rede para computadores Itanium e x64 com EFI.


Suporta boot pela rede de computadores x64 com EFI.


Inclui a funcionalidade Auto-add*.


Inclui o DHCP referral para direcionar os clientes para um servidor PXE específico.


Provê a capacidade de distribuir imagens de boot usando multicast.


 


* permite fazer o prestaging sem saber com antecedência o GUID ou endereço MAC do computador. Mais informações em: Create Pending Devices.

Comments (2)

  1. Cleber Marques says:

    ótima comparação Priscila, realmente é complicado lembrar destas diferenças, mas isso já ajuda. Quem sabe uma próxima comparação pode ser feita entre as versões do WAIK?

    Abraço.

  2. Rise says:

    Otimo, ajudou na minha decisão.