Microsoft investe no futuro das PMEs Sul Africanas


Por MtetoNyati, Vice-Presidente do Conselho Consultivo de 4Afrika e Director Geral da Microsoft África do Sul

Quando lançámos a Iniciativa Microsoft 4Afrika em Fevereiro deste ano, tínhamos decidido melhorar a competitividade económica da África. Elemento chave nisto é a nosso objectivo de colocar um milhão de PMEs em linha em três anos, e é com muita honra que estou em Joanesburgo hoje para compartilhar alguns detalhes sobre como vamos alcançar isso.

Por que é que isto é uma grande prioridade para nós? Bem, para as PMEs, estar em linha abre enormes oportunidades. PMEs com conhecimentos tecnológicos criaram o dobro de novos postos de trabalho e aumentaram as receitas em 15 pontos percentuais mais rapidamente durante os últimos três anos do que  PMEs que utilizaram pouca tecnologia, de acordo com um estudo que encomendámos ao Boston Consulting Group.

Como empresa, reconhecemos que abordar a crise de emprego em África não consiste somente em capacitar pessoas desempregadas a trabalharem por um salário, mas em auxiliar aspirantes a empresários a criar pequenas empresas que criam postos de trabalho e promovem inovação local relevante. Com as PMEs representando cerca de 90 por cento das empresas privadas em África e contribuindo mais de 50 por cento de emprego e PBI – o seu sucesso é essencial ao desempenho geral das economias locais.

Hoje, avançámos o nosso compromisso com o sector das pequenas empresas com o lançamento do nosso primeiro centro de SMEs, na África do Sul. Este novo centro em linha – que pode ser encontrado em southafrica.biz4afrika.com – é uma colaboração entre a Microsoft, Vodacom, Agência de Desenvolvimento de Pequenas Empresas (SEDA) e a Câmara Nacional de Pequenas Empresas e foi concebido para proporcionar uma gama de produtos e serviços grátis e altamente relevantes às PMEs na África do Sul. Durante o primeiro ano, isto inclui auxiliar as PMEs a apresentarem os seus negócios em linha, fornecendo um domínio .co.za grátis, um sítio da Web gratuito e e-mail grátis e ferramentas de colaboração.

Além disso, a Microsoft – com o apoio da Autoridade de Educação e Formação do Sector de Tecnologias de Média, Informação e Comunicação (MICT-SETA) e Solver Consulting – também colocará um estagiário de 4Afrika em cada um dos 43 centros da SEDA em todo o país. Quatro estagiários de 4Afrika adicionais também apoiarão os inquéritos das PMEs em linha, onde receberão formação no posto de trabalho em tecnologia, conectividade, revenda e mais. O objectivo é para que estes estagiários se tornem consultores em negócios e tecnologia nas comunidades onde eles são directamente necessários.

Os desafios enfrentados pelas PMEs             

Microsoft sempre teve uma forte herança no apoio a empreendedores. Reconhecemos o seu papel vital na economia global, e porque entendemos os seus desafios e necessidades, acreditamos que estamos em boa posição para os auxiliar a encontrar soluções.

Entendemos que em todo o Mundo, muitas PMEs não têm acesso à tecnologia moderna ou mesmo a redes de banda larga. Estas estão usando hardware e software antiga e menos eficiente, o que afecta negativamente a sua produtividade e relevância em um Mundo cada vez mais digital. Somente ter um sítio na Web pode aumentar radicalmente as possibilidades de sucesso de uma PME, e acesso à Internet abre novas fronteiras e mercados para os auxiliar a adquirir novos clientes. A gama de ferramentas e serviços baseados em nuvem que estamos oferecendo no centro dará às PMEs acesso fácil e económico a tecnologia moderna de que elas necessitam para operar ao seu potencial máximo.

Tecnologia pode nivelar o campo de acção para as pequenas empresas, ajudando-as a competir contra participantes muito maiores.

Abraçando novas ferramentas

PMEs abraçam rapidamente novas ferramentas. E assim, com este novo centro de PMEs, estamos ansiosos por ajudá-las a ter sucesso nos primeiros três a cinco anos das suas vidas – o momento mais desafiador e vulnerável para a maioria das PMEs.

O resultado de mais PMEs sobreviverem e tornarem-se bem sucedidas, será o aumento na criação de emprego e desenvolvimento económico. Ao fazer isso, não estamos apenas investindo em comunidades locais, mas também estamos a apoiar a prioridade nacional do governo Sul-Africano de criação de postos de trabalho, crescimento de competências e proporcionar às pessoas um trabalho significativo.

Á medida que 4Afrika trabalha para alcançar um milhão de PMEs em linha em 2016, eu estou animado para observar a criação de novas oportunidades de emprego, e ver este sector dinâmico usar o poder da internet para atravessar novas fronteiras. Este centro na África do Sul é apenas o primeiro de muitos centros específicos de cada país que vamos abrir nos próximos meses. Estamos entusiasmados por trazer estes recursos para suportar as PMEs e estamos ansiosos por ver as coisas incríveis que nós sabemos que vão fazer para suas economias locais.

Visite o centro
Se você é uma PME na África do Sul e está interessado em trabalhar com ferramentas e recursos da Microsoft e outros parceiros, nós o encorajamos a visitar o novo centro aqui: southafrica.biz4afrika.com

Comments (0)

Skip to main content