Estudo do instituto NSS Labs sobre segurança dos browsers


NSS O NSS Labs, instituto de pesquisa norte-americano especializado em segurança, divulgou no final de julho um estudo comparativo realizado com os diversos navegadores existentes hoje no mercado. O foco da pesquisa foi a proteção oferecida pelos browsers contra sites que contivessem malwares sociais – ameaça mais comum, e letal, enfrentada atualmente pelos usuários da internet. O estudo seguiu a mesma metodologia de outro teste, realizado no primeiro trimestre deste ano (veja www.nsslabs.com/browser-security), que realizou ataques durante 12 dias seguidos.


Os ataques foram realizados a cada quatro horas, usando 69 tipos diferentes de testes, cada um deles contendo uma nova URL infectada. Para a iniciativa, foram utilizadas as versões mais recentes dos navegadores no período do teste, e os resultados mostraram que o Internet Explorer 8 bloqueou 81% das ameaças, uma marca excepcional que superou o segundo colocado (o Firefox) em mais de 54%. Nos testes realizados no primeiro e no segundo trimestre do ano, o IE 8 havia alcançado 12% de proteção, o que evidencia os esforços da Microsoft vem fazendo para aprimorar a tecnologia SmartScreen Filter.


A pesquisa conclui que a Microsoft vem evoluindo consideravelmente na garantia de segurança contra malwares sociais. Com uma única URL tendo atingido a marca de 92%, e a média de proteção em 81%, o IE 8 foi considerado de longe o melhor em proteção contra este tipo de ameaça. Veja abaixo detalhes do resultado:


- Internet Explorer 8 – 81%
- Firefox – 27%
- Safari 4 – 21%
- Chrome 2 – 7%
- Opera 10 – 1%


O conteúdo completo da pesquisa realizada pela NSS Labs pode ser visto em http://nsslabs.com/test-reports/NSS%20Labs%20Browser%20Security%20-%20Socially%20Engineered%20Malware%20Q3%202009.pdf

Comments (0)

Skip to main content