Visão Geral do Hyper-V no Windows Server 2008 – Parte 1


image

 

 

Introdução a Virtualização & Hyper-V

O datacenter de hoje é um ecossistema complexo com diferentes tipos de servidores, sistemas operacionais e aplicações interagindo com uma ampla variedade de estações de trabalho e computadores clientes móveis. Para os departamentos de TI, o gerenciamento e suporte dessa variedade de tecnologias de missão crítica é um desafio. A implantação da tecnologia de virtualização de servidor—mudando de servidores distintos para máquinas virtuais (Virtual machines) em um ambiente centralmente gerenciado—é uma opção cada vez mais popular para enfrentar esse desafio.

A virtualização reduz os custos de TI, aumenta a utilização do hardware, otimiza os negócios e a infra-estrutura de rede e melhora a disponibilidade do servidor.

O Windows Server® 2008 inclui o Hyper-V (anteriormente chamado de Viridian), uma poderosa tecnologia de virtualização que permite que as empresas obtenham as vantagens dos benefícios da virtualização sem precisarem comprar software de terceiro.

O benefício da tecnologia de virtualização mais amplamente utilizado é a consolidação de servidor, permitindo que um servidor aceite as cargas de trabalho de múltiplos servidores. Por exemplo, consolidando um servidor de impressão do escritório remoto, servidor de FAX, servidor Exchange e servidor da Web em um único Windows Server, as empresas reduzem os custos com hardware, manutenção e pessoal.

O Hyper-V permite a consolidação de uma ampla gama de serviços, alcançando desde os serviços de recursos intensivos, como o Microsoft SQL Server™ até as aplicações de terceiros que podem ser executadas nas versões anteriores do Windows® ou Linux. Além de reduzir os custos de compra ou leasing de servidor, a virtualização reduz os custos relacionados com o gerenciamento de desempenho de servidor, uso de eletricidade, espaço físico e manutenção.

Entretanto, o Hyper-V permite mais do que a consolidação de servidor. Ele também melhora a confiabilidade, escalabilidade, segurança e flexibilidade da rede. Os servidores que ficam mais lentos devido ao grande uso no início do dia de trabalho, por exemplo, podem fazer a subcarga de algumas de suas cargas de trabalho para outros servidores, o que aumenta suas capacidades; ou podem mudar para servidores mais poderosos, melhorando a disponibilidade da rede. As máquinas virtuais são capazes de obter as vantagens dos avanços em segurança e capacidade encontrados na geração atual de servidores. O software de servidor projetado para outros sistemas operacionais, como o Linux, pode ser executado no mesmo hardware como soluções Windows e obter as vantagens do gerenciamento centralizado usando ferramentas padrão de mercado, tornando o Hyper-V uma alternativa flexível para dedicar servidores separados a um único tipo de arquitetura ou sistema operacional com ferramentas de gerenciamento distintas.

Este documento introduz o Hyper-V como um componente fundamental da estratégia de virtualização de datacenter para estação de trabalho da Microsoft. Ele mostra como os recursos novos e aprimorados do Hyper-V ajudam a atenuar os problemas dos clientes corporativos em cenários comuns: consolidação de servidor, continuidade dos negócios e gerenciamento de recuperação de desastre, teste e desenvolvimento, e datacenter dinâmico. Ele também destaca como esses benefícios atendem as necessidades exclusivas das empresas pequenas e escritórios remotos.

Comments (0)

Skip to main content