Exchange Online e o Recipient Rate Limit (RRL)


By: Caio Ribeiro César
 
As informações neste blog podem ser alteradas a qualquer momento. Para validar que os valores dos limites do O365 estão atualizados, acesse as URLs compartilhadas neste artigo.
 
"Cannot send. You have exceeded your maximum messages in a 24 hour period."
 
"This message can't be sent.  You've reached the limit on the number of messages that can be sent in a 24-hour period."
 
Alguns clientes já passaram por esta situação. As mensagens não estão sendo enviadas de uma conta específica, que recebe o NDR de que o “Recipient Rate Limit” foi alcançado.
 
O recipient rate limit nada mais é do que uma throttling policy (também existente e configurável no Exchange On-Premises) criada para manter o fluxo de email outbound saudável.
 
clip_image001
clip_image002
 
Ou seja, um fluxo de email sem Outbound SPAM ou massive emailers agindo no O365 tenant. Prevenimos que aplicações enviem um volume alto de emails pelo serviço de Exchange Online por estas configurações de throttling.
 
O serviço de O365 não foi criado para que bulk email seja enviado das contas (por ser um serviço compartilhado entre clientes, caso isto ocorra, seríamos adicionados em diversas blacklists e o mailflow seria afetado). Para clientes que precisam enviar bulk email (emails comerciais ou newsletters), recomendamos a utilização de serviços de parceiros.
 
Se revisarmos o artigo externo “Limites do Exchange Online”, temos o entendimento que existem alguns limites que devem ser considerados em mailflow. Em questão de recipiente e sender, os utilizados são:
 
1) Recipient Rate Limit – este limite conta o número de recipients existentes nas mensagens enviadas por uma conta O365 em um range de 24 horas. O Limite atual é de 10k recipients (todas as subscrições).
 
2) Recipient Limit – este limite conta o número de recipients máximo por mensagem. O limite atual é de 500 recipients (todas as subscrições).
 
3) Message rate limit – este limite conta o número de mensagens que podem ser enviadas por uma conta O365 utilizando SMTP client submission por minuto. O limite atual é de 30 mensagens.*
 
* Caso o envio seja feito diretamente no EXO ou por outro método além de SMTP Client Submission e exceda 30 mensagens por minuto, o throttling existe e as mensagens ficam em queue.
 
Validamos o fluxo de mailflow com algumas features de serviço, tais como O365 top senders, get-messagetrace ou até pela GUI na opção de Message Trace (Exchange Admin Center).
 
A maior dúvida dos administradores é como exatamente validar RRL vs. Outbound Mailflow. Por exemplo, caioc@c4iocesar.com é um top sender e envia 200 emails diários – está sendo bloqueado com RRL. Este usuário pode enviar 200 emails com 50 recipients cada e consequentemente ser bloqueado no 24 hour range por alcançar o RRL (200*50=10.000).
 

Ø  Envio 2 emails da conta caioc@c4iocesar.com no dia 23 de Dezembro de 2015

 

clip_image003
 

Ø  O recipient rate limit alcançado é de 6/10.000, por ter 3 recipients em cada email:

clip_image005
 
A solução mais utilizada (desde que a conta não esteja enviando Outbound SPAM ou bulk mail), é a criação de grupos de distribuição na organização (este grupo deve existir na Address Book).
 
Um grupo de distribuição contaria como 1 Recipient, consequentemente atingiríamos somente 1/10.000 do Recipient Rate Limit para cada grupo. O limite de membros em um grupo de distribuição é de 100k membros, porém mensagens só podem ser enviadas para grupos com até 5k membros.
 
Ou seja, a criação de 10 grupos de distribuição com 4k membros e posteriormente enviar um email para estes 10 grupos significaria um recipient rate limit 4/10.000 para uma mailbox específica. *
 
*A mensagem não pode exceder o limite de 2MB.
 
O throttling em RRL existe para que o serviço seja utilizado da maneira correta. Esta configuração não pode ser alterada pelo administrador do O365 e pedidos de aumento de RRL pelo suporte não serão aceitos – assim o serviço de EXO manterá alta disponibilidade para todos os clientes ao mesmo tempo.
Comments (0)

Skip to main content